DESTAQUES

Postagens em Destaque

sexta-feira, 29 de dezembro de 2023

O VERDADEIRO NATURAL

 


Eis a razão de ninguém saber o que diz. Viviam agonizando desta maneira, procurando tudo conhecer: "- O verdadeiro natural está por se conhecer e a verdadeira base de origem por se saber."

Hoje, tão naturalmente, tão simplesmente, nesta linguagem popular, tudo isto está esclarecido a contento.

Ninguém podia imaginar que estas soluções seriam trazidas a público da maneira que está aí tudo esclarecido, desta maneira, desta forma. Um personagem de outro mundo vir esclarecer a todos o porquê desse mundo e o porquê de assim serem, o que são e por que são assim, por que o mundo assim é, de onde tudo se originou, como se originou, por que se originou e de que se originou.

O histórico completo desses feitos microbianos, dessa vida de germes, de vírus e microbios de todas as espécies, de todos os jeitos, de todas as formas e de todos os tamanhos.

Hoje chega ao conhecimento de todos, todo este histórico de formação, geração e criação de todos.

Muitos, assombrados e emocionados, exclamarão: "- Só mesmo desta forma! Só mesmo desta maneira! Só mesmo deste jeito! Pela Divina Graça do RACIONAL SUPERIOR é que poderíamos conhecer o mundo, sua criação, sua formação e geração."

Outros, exclamam de várias maneiras sobre o acontecimento deste conhecimento, do maior assunto de todos os tempos: o princípio do mundo e o fim do mesmo; o maior assunto de todos os tempos.

Não é de hoje que a ciência luta em vão para desvendar estes segredos, esses enigmas, esses mistérios, que se conservavam como uma rocha, um rochedo enigmático para todos. Então, maior alegria e satisfação universal não pode existir.

A ciência luta com sacrificio imenso para no fim ficar sempre na mesma, por não poder desvendar o verdadeiro natural.

Está aí, o verdadeiro natural descoberto, a maior descoberta de todos os tempos.

Muitos, no princípio, por não conhecerem o que é desencanto, por não conhecerem o que é IMUNIZAÇÃO RACIONAL, pensavam que fosse uma nova ciência, pensavam que fosse uma nova filosofia, pensavam que fosse uma nova doutrina, pensavam que fosse uma nova seita.

Quem não conhece, é assim mesmo, antes de conhecer. Sem conhecer faz uma porção de julgamentos a seu modo de ver, a seu modo de sentir as coisas, e hoje, depois que conhece diz: "- Eu me enganei redondamente. Eu pensei tanta coisa e não era nada do que eu pensei. Hoje estou vendo e conhecendo o que é o verdadeiro conhecimento natural de todos. Por ninguém conhecer o verdadeiro natural de todos, eu não podia atinar com semelhante coisa.

Eu não podia pensar em semelhante coisa. Então, pensava uma porção de coisas, na suposição de que este conhecimento pudesse ser isto, pudesse ser aquilo, ou pudesse ser uma coisa sem importância."

Vai muito longe, em variedades de modos e de sentidos, quando a pessoa não conhece.

E o infante diz: "- Eu me perdi nas minhas variações de interpretações, porque nunca poderia supor que este conhecimento fosse do verdadeiro natural de todos, porque o verdadeiro natural de todos era desconhecido de todos, e eu não podia supor que isto fosse o verdadeiro natural de todos.

( 2°Volume, Livro UNIVERSO EM DESENCANTO)



TRECHOS RACIONAIS! DISTINGUIR O JOIO DO TRIGO

TRECHOS RACIONAIS!  "Assim, resumindo estas flâmulas do precatório, a alma do bem-fazer por outro e que não faz mal a ninguém. Há muito...