DESTAQUES

Postagens em Destaque

sábado, 15 de julho de 2023

TRECHOS RACIONAIS! ACREDITAR


TRECHOS RACIONAIS! 


"Há quem não acredite numa ou noutra doutrina, quem não queira saber de uma ou de outra religião, como coisa que conhecesse tudo e soubesse dar solução de tudo. E por isso, falam em espiritismo com qualquer um, no espiritismo que todos conhecem. O que não conhecem é IMUNIZAÇÃO RACIONAL. Ninguém sabe o que é imunização, nem mesmo de nome. O vivente, quando não conhece, deve tratar de conhecer primeiro, para depois saber o que diz. Quem entra a falar em assunto que não conhece, não pode chegar a bons resultados e prova que não respeita esse assunto."

(Pág. 188, 1°. Volume, Livro UNIVERSO EM DESENCANTO, autor: RACIONAL SUPERIOR).



CONSIDERAÇÕES: A CULTURA RACIONAL NÃO É RELIGIÃO, NÃO É SEITA E  NEM DOUTRINA. 

                          

       (SEGUNDA PARTE)


Enquadrar é uma tendência natural das pessoas ao conhecerem algo novo e inédito, ou seja, elas buscam nos seus pontos de referência e conhecimentos tradicionais uma identificação ou justificativa para explicar, definir tudo o que é novo e desconhecido. Essa insegurança e necessidade de rotular tudo dentro de padrões que já são conhecidos e dominados, fazem com que as pessoas não percebam que a natureza é de transformações, onde nada se repete. Os padrões de ontem e de agora, criados pela imaginação e pelo pensamento, não têm base nem estrutura suficiente para servirem como ponto de referência para manifestações da vida de hoje e de amanhã, respectivamente. Então, pela pressa de classificar o que não conhecem, alguns vêm insistindo em dizer que a CULTURA RACIONAL é uma seita, outras vezes dizem que é religião, doutrina e assim por diante. E nada disso a CULTURA RACIONAL é. E, com base no Dicionário de Aurélio Buarque de Holanda (Filólogo Brasileiro), explicamos o porquê. (O CONTEÚDO ENTRE AS ASPAS, A SEGUIR, É TRANSCRIÇÃO DESSE DICIONÁRIO).


                     EM RELAÇÃO À SEITA  


"Doutrina ou sistema que diverge a opinião geral e seguida por todos".

                  A CULTURA RACIONAL,  como provado anteriormente, não é Doutrina. Ela é sim, um conhecimento de paz, de amor e fraternidade que todos querem e procuram. É um conhecimento em favor da lógica, da razão, da concórdia entre os povos, o que inclusive em lei, ao longo dos tempos, a humanidade vem defendendo como necessária à preservação da vida. Não é contra nada, contra sistema algum e prova que todos são necessários para a lapidação da humanidade e preparação dela no sentido de compreender que fora do natural nada dá certo, não há equilíbrio, não há paz. Portanto,  a CULTURA RACIONAL não é contra nada,  nem como justo colocar esses sistemas já existentes, para equilíbrio do animal Racional e sua consequente harmonia com a natureza. 


"Conjunto de indivíduos que professam a mesma doutrina".

                  Professar significa reconhecer publicamente. Ora, quem se dedica ao estudo da CULTURA RACIONAL é porque se identificou naturalmente com as verdades que ela encerra. Porque a CULTURA RACIONAL não depende de reconhecimento ou consideração, porque a verdade é independente de qualquer reconhecimento. Ela existe e por si se basta. Não precisa dos seres, mas os seres precisam dela. É força poderosa e natural que dá causa, origem e base a todas as existências. Como o ar que alimenta a todos, indistintamente e independente de reconhecimento ou consideração qualquer. Ao ar, não importa o que dizem dele os ateus e os religiosos, os poetas e os empresários, os ricos e os pobres, os homens e as mulheres. Tecem  opiniões sobre ele, mas nenhuma delas irá alterar a verdade que é o ar e o mesmo irá interferir na função que tem. Ser Racional é não perder tempo com comentários extraídos da imaginação e do pensamento e procurar conhecê-lo como ele (ar) é, para se harmonizar com ele. E ainda,  já provado, a CULTURA RACIONAL não é Doutrina. 


"Comunidade fechada de cunho radical".

                  A CULTURA RACIONAL é uma Cultura e não uma comunidade. Uma Cultura superior, portanto, aberta e não é contra nada nem contra ninguém, é em favor de tudo e de todos. Ela prova que tudo é preciso e necessário, merecendo respeito e por isso não é radical. 


"Teoria de um mestre seguida por numerosos  prosélitos".

                  A CULTURA RACIONAL  não é teoria porque não é hipótese ou suposição e nem depende de demonstrações. Quem se dedica ao seu estudo não pode ser chamado de prosélito, porque prosélito é um indivíduo convertido a uma doutrina, ideia ou sistema; um sectário, adepto, partidário. Não há conversão para a CULTURA RACIONAL porque ela é o conhecimento que completa todo o ser humano e universaliza, ou seja, unifica o saber existente. A CULTURA RACIONAL une, acaba com as diferenças, com os sectarismos que trazem conflitos à humanidade, ela une todas as partes existentes sem subestimá-las. Então não há conversão e sim, uma real valorização da vida através da consciência da existência. 

(Por Nagea Luíza Batista). Colaboração: Antonio dos Santos e Ângela Maria). 


Saudações Racionais a todos!



TRECHOS RACIONAIS! A FASE ESPACIAL DA NATUREZA

TRECHOS RACIONAIS!  "Quem se baseia pelas coisas naturais da natureza, dizem que está errado e quem está fora dela, é que está certo. Q...